NOTÍCIAS

Conjuntura: Pestana recomenda foco no básico

  • 21/06/2016
  • Exposuper

 

Fazer o básico extremamente bem feito e cuidar bastante da liquidez a empresa, estes são os dois principais conselhos dados aos empresários supermercadistas pelo executivo Enéas Pestana, Presidente da JBS Foods América do Sul em sua palestra na cerimônia de abertura da ExpoSuper 2016 – Feira de Produtos, Serviços e Equipamentos para Supermercados, e também a Convenção Catarinense de Supermercadistas, eventos conjuntos realizados até a próxima quinta-feira em Joinville. Pestana tem uma dos mais sólidos currículos do varejo brasileiro, tendo sido presidente do Pão de Açúcar e Controller do Carrefour, entre outros cargos e participações. Hoje ele é sócio de uma consultoria e preside a operação da JBS para a América do Sul.

Pestana deixou bem claro a sua opinião, de que a crise vai passar e na retomada as empresas mais bem preparadas serão as primeiras a se beneficiarem.  O que mudou no cenário econômico do varejo supermercadista nestes últimos anos é que as mudanças acontecem cada vez mais rapidamente.

- Quem trabalha no varejo há muito tempo tem plena noção. As mudanças demoraram muito para acontecer, hoje são rápidas e os empresários precisam estar muito atentos para as tendências que predominam – afirmou.

Um dos principais responsáveis pelas mudanças é o comportamento do consumidor, segundo o executivo.  “A infidelidade dos consumidores aos canais de compras aumentou consideravelmente. Tivemos acesso a uma pesquisa que indica que atualmente 27% dos shoppers escolhem seis ou mais canais de compras, quando apenas 2,5% permanecem fiéis a um único canal”.

Outro fator decisivo neste processo de mudança é a influência do meio digital. “Hoje temos 250 milhões de aparelhos celulares, 100 milhões de brasileiros conectados à rede Facebook, 40 milhões ao Twitter e 45milhões ao WhatsApp. Na hora de comprar produtos o meio físico ainda prevalece, mas o meio digital é cada vez mais presente nas pesquisas e consultas de preços e produtos e aumenta gradativamente a sua fatia no mercado.”, disse ele.

Pestana repassou indicadores básicos atuais da economia para enfatizar que “está difícil para os empresários tomarem decisões num cenário com muita volatilidade na economia”. Pelas projeções que ele captou, a taxa do desemprego no Brasil pode bater nos 13% este ano com retação de 3,5% do PIB.

- Temos um cenário desafiador então é interessante para o empresário fazer o básico de sua operação muito bem feito e sempre ter o cuidado com a liquidez do seu negócio, não cair no endividamento pois o custo do dinheiro está alto. Vamos sair desta crise, este momento vai chegar, a grande questão é saber com que velocidade isso vai acontecer, o que depende de uma série de fatores. Mas a retomada vai chegar e é bom que estejamos preparados para ela”, afirmou.