NOTÍCIAS

Assinado acordo inédito pela sanidade do alimento em SC

  • 23/06/2016
  • Exposuper

Foi assinado na manhã desta quarta-feira (22.06), em Joinville, um termo de cooperação unindo 30 entidades em torno do objetivo de garantir as melhores condições de sanidade de alimentos aos consumidores.  Este termo de cooperação é uma iniciativa do Ministério Público - Santa Catarina e que conta com o apoio e participação da Associação Catarinense de Supermercados (Acats) . A assinatura aconteceu durante a realização da 29ª. Edição da ExpoSuper – Feira de Produtos, Serviços e Equipamentos para Supermercados, no auditório principal do Complexo Expoville, em Joinville, com a presença de representantes das entidades participantes.

A partir desta iniciativa, as entidades se comprometem a desenvolver estratégia conjunta com o objetivo de fiscalizar a sanidade de alimentos e coibir desconformidades decorrentes de resíduos de agrotóxicos e de outros contaminantes químicos, biológicos e físicos em vegetais carnes, derivados e também na água comercializada em envazes.

A Procuradora de Justiça Vera Lúcia Ferreira Copetti, procuradora-Geral de Justiça, em exercício, assinou o Termo em nome do Ministério Público de Santa Catarina, juntamente com o Secretário de Agricultura e Pesca, Moacir Sopelsa, em nome dos Órgãos Públicos, e o Presidente Executivo da Associação Catarinense de Supermercados (Acats), Atanázio dos Santos Netto, como entidade anfitriã do evento e representando o conjunto de entidades do setor privado ligadas ao processo.

De acordo com o presidente da Associação Catarinense de Supermercados (Acats), Atanázio dos Santos Netto, a mobilização que resulta agora neste agrupamento de entidades em torno deste Termo de Cooperação Técnica iniciou a partir da iniciativa da ACATS, quando da implantação do Programa Alimento Sustentável, de Rastreabilidade de Alimentos.

- Estamos muito orgulhosos de sermos novamente pioneiros em avançar no estabelecimento de alianças com o setor público e iniciativa privada através do diálogo franco e aberto, sempre respeitando o que determina a legislação, e dentro de um objetivo que garanta a melhor qualidade dos produtos colocados à disposição dos consumidores”, afirmou.

A Procuradora de Justiça Vera Lúcia Ferreira Copetti agradeceu a participação das 30 entidades signatárias do acordo e destacou que a iniciativa aprimora os esforços do Ministério Público de SC em garantir os diretos coletivos dos cidadãos, em especial de seu papel como consumidores”.

O Secretário de Agricultura e Pesca, Moacir Sopelsa, ratificou a participação ativa de todas as entidades que fazem parte do segmento agrícola estadual neste termo, bem como enalteceu o papel de vanguarda da ACATS, “que dá um grande exemplo de trabalho focado na segurança alimentar da população”.